noticias

Classificação dos dons do Espírito Santo

Ferramenta essencial para agir conforme a vontade de Deus

Para que possamos entender melhor a aplicação dos dons do Espírito Santo na Obra de Deus, como ferramentas essenciais, precisamos classificá-los da seguinte maneira:

a) Dons de Revelação

• Palavra de conhecimento

• Palavra de sabedoria

• Discernimento de espíritos

b) Dons de Poder

• Dons de curar

• Operações de milagres

• Fé

c) Dons de Inspiração

• Variedade de línguas

• Capacidade de interpretar

• Profecia

Numa certa ocasião, o Senhor Jesus exclamou:

“…Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque ocultaste estas coisas aos sábios e instruídos e as revelaste aos pequeninos. Sim, ó Pai, porque assim foi do teu agrado.” Mateus 11.25,26

É claro que o conhecimento neste mundo vem se acelerando de forma fantástica, muito embora os inteligentes e versados nunca sejam plenamente satisfeitos, mas, ainda assim, o sucesso deles tem sido notório, tanto para o bem, quanto para o mal da humanidade. Esta inteligência e sabedoria certamente são oriundas da desobediência do homem para com Deus no Jardim do Éden, quando o Senhor determinou:

“… De toda árvore do jardim comerás livremente,  mas da árvore do conhecimento do bem e do mal não comerás; porque, no dia em que dela comeres, certamente morrerás.” Gênesis 2.16,17

Deus não tem culpa se a humanidade vem se autodestruindo, pelo seu próprio conhecimento. Todavia, há um conhecimento que está acima de todo existente neste mundo: o conhecimento da vontade de Deus para o homem; e isto só é possível para aqueles que permitem ser usados pelo Espírito Santo. Então, este dom é concedido a cada um, de acordo com a necessidade. Tanto pode ser usado para revelar aspectos bons, quanto para desmascarar os inimigos de Deus.

Veja que este dom, bem como qualquer outro, jamais será uma ferramenta para uso e proveito próprio, mas sempre visando um fim proveitoso. Como exemplo, temos o próprio Senhor Jesus, que pela palavra de conhecimento sabia que Natanael estava debaixo da figueira e era um homem de índole boa e sincero diante de Deus.

Ora, quem havia dado ao Senhor este conhecimento, senão o próprio Espírito Santo? Podemos verificar que esta revelação não foi usada para que o Senhor provasse a Natanael a Sua divindade, mas para que este viesse a tornar-se mais um cidadão dos Céus.

Em outra ocasião, o apóstolo Pedro também foi usado com a mesma palavra do conhecimento para revelar a hipocrisia e a mentira de Ananias e Safira, com o propósito de evitar que a Igreja primitiva viesse a desenvolver os mesmos erros do judaísmo, quando disse:

“Então, disse Pedro: Ananias, por que encheu Satanás teu coração, para que mentisses ao Espírito Santo, reservando parte do valor do campo? Conservando-o, porventura, não seria teu? E, vendido, não estaria em teu poder? Como, pois, assentaste no coração este desígnio? Não mentiste aos homens, mas a Deus.” Atos 5.3,4

Fonte: http://goo.gl/MZVbWr

Mais

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close