noticias

Comissão Nacional da Verdade vai investigar participação de religiosos na ditadura

Nesta quinta-feira (8) o grupo da Comissão Nacional da Verdade estará se reunindo para investigar a atuação das igrejas católica e evangélica no período da ditadura militar brasileira.

A investigação será coordenada por Paulo Sérgio Pinheiro, tendo apoio de pesquisadores autônomos e teólogos que foram convidados para fazer parte deste trabalho que tem como objetivo identificar os participantes e os combatentes desse serviço.

A ideia é encontrar os religiosos que resistiram à repressão da época e também encontrar aqueles que colaboraram com os militares.

Um dos primeiros religiosos a prestar depoimentos será Anivaldo Padilha, o evangélico frequentava uma igreja e foi delatado por seus pastores durante a ditadura. Ele foi preso, torturado e partiu para o exílio.

Padilha era casado e sua esposa estava grávida, a criança nasceu quando ele estava fora do Brasil e só foi conhecer seu pai aos oito anos. Essa criança é Alexandre Padilha, hoje ministro de Saúde.

Fonte: Gospel Prime

Mais

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close