sexta-feira - 19 julho 2019

Dilma diz que vai acompanhar atendimento de saúde com câmeras

Dilma diz que vai acompanhar atendimento de saúde com câmeras

Em pronunciamento oficial em cadeia nacional de rádio e TV, a presidente Dilma Rousseff anunciou nesta quinta-feira (8) que irá acompanhar, de seu gabinete, com monitores ligados a câmeras, o atendimento nos principais hospitais públicos do país e de grande obras, segundo afirmou. Na mensagem, ela disse querer abrir “canais de escuta da população, em especial com as mulheres” para monitorar as ações de governo”

“Vou ter também, no meu gabinete, monitores ligados a câmeras, para que eu e meus assessores possamos ver como está o atendimento nos principais hospitais e como vai o andamento das grandes obras. É assim que nós, mulheres, gostamos de cuidar das coisas: vendo todos os detalhes, tintim por tintim”, disse.

Além disso, a presidente disse que pediu ao Ministério da Saúde que telefone para as mulheres parturientes atendidas pelo SUS para saber como foram atendidas. “Quero saber de tudo, para melhorar, para poder estimular o que está bem e corrigir o que está mal”, afirmou.

Em janeiro, durante reunião com todos os ministros do governo, a presidente determinou que todas as pastas elaborassem formas de monitoramento em tempo real  das principais ações, para que pudessem ser “cobradas na hora”. Os projetos deveriam ficar prontos até julho, segundo informou o Planalto na época.

Falando às “irmãs brasileiras” nesta quinta, quando se celebra o Dia Internacional da Mulher, Dilma pediu às mulheres que sejam “os olhos e o coração do meu governo, sejam a minha voz e o meu ouvido” para fiscalizar o serviço público.

“Porque você, minha irmã, é quem mais sente na pele as deficiências do serviço público: quando leva seu filho ao hospital, você vê como está o atendimento de saúde; você acompanha a escola do seu filho; você vê no supermercado se o preço da comida está subindo; você sente medo nas ruas escuras, quando volta do trabalho sozinha, sem segurança”, afirmou.

No pronunciamento, Dilma destacou os programas de governo que beneficiam as mulheres, como o Bolsa Família (combate à pobreza), o Minha Casa, Minha Vida (habitação), Mulheres Mil (de apoio ao ensino técnico) e o Rede Cegonha (de auxílio às gestantes).

Fonte: G1

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *