John Piper diz como manter novos convertidos na igreja: “Mostre que Jesus é o centro”

John Piper diz como manter novos convertidos na igreja: “Mostre que Jesus é o centro”

John Piper, pastor e chanceler da Bethlehem College & Seminary, apresentou três ideias para ajudar a manter os novos convertidos na igreja. Em um podcast chamado “Pergunte ao Pastor John”, a ouvinte chamada Sarah perguntou sobre o assunto.

“O problema surge quando um desses crentes se sente socialmente menosprezado. Talvez ele sinta que o pastor está mais distante do que era no passado, ou que suas amizades se tornaram mais frias. Então ela descobre que sua ‘fé’ desmorona quando se afasta completamente de Deus”, coloca a ouvinte.

Em resposta, Piper ofereceu maneiras de impedir que isso acontecesse. Primeiro foi “manter a comunidade cristã real, autêntica, sustentadora, satisfatória e bela tanto para os que estão dentro quanto para os que estão fora da igreja”.

“O novo crente precisa sentir isso e ser ensinado sobre isso. Eles podem entrar na comunidade tão profundamente em amor com as pessoas que eles não percebem completamente o que aconteceu com eles. Ou seja, que Jesus foi feito o seu Senhor, que é extremamente valioso, muito mais valioso do que as pessoas da comunidade”, explicou Piper.

Imperfeitos

A segunda maneira é lembrar aos novos crentes que as comunidades da igreja, como outras comunidades, são imperfeitas. E a Bíblia fornece vários exemplos da necessidade de ter perdão, bem como disciplina na igreja, para manter os cristão sóbrios. “Na igreja, vamos nos machucar, ficaremos ofendidos”, disse Piper.

Para ajudar os crentes a se tornarem fortes em sua fé em meio a provações e conflitos, Piper enfatizou a necessidade de ensinar “todo o conselho de Deus”. Ele ressalta: “Ensine a Palavra. Torne a Palavra tão penetrante, tão poderosa até que eles a conheçam. Nada torna um novo convertido mais estável ao longo do tempo do que ser absorvido em plena exposição à Palavra de Deus”, salienta.

Terceiro, as igrejas devem “sempre manter Cristo no centro e mostrar que é Ele quem satisfaz a alma”. Piper continua: “Mostre ao novo convertido que veio por causa da doçura da comunidade, mostre a ele que a comunidade é preciosa não como um deus ou um salvador, mas como algo que nos ajuda a conhecer e desfrutar de nosso Deus e nosso Salvador”, explicou.

“Não negligencie os ensinamentos radicais de Jesus nesta nova comunidade, que diz: ‘Quem ama pai ou mãe mais do que a mim não é digno de mim, quem ama filho ou filha mais do que a mim não é digno de mim’ (Mateus 10 : 37). Certamente, devemos acrescentar: ‘Quem ama a comunidade na igreja mais do que eu não é digno de mim’”, coloca.

Fonte: Guiame

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *