domingo - 16 dezembro 2018

Ministério social liderado pelo pastor Franklin Graham mobiliza recursos para reconstrução de casas e igrejas em Porto Rico

Ministério social liderado pelo pastor Franklin Graham mobiliza recursos para reconstrução de casas e igrejas em Porto Rico

Porto Rico foi assolado com o furacão Maria, em setembro de 2017, e muitas casas, igrejas e outras edificações foram abaladas. Diante do cenário, o ministério Samaritan’s Purse, presidido pelo pastor Franklin Graham e ligado à Associação Evangelística Billy Graham, reuniu esforços para ajudar na reconstrução de 390 casas e 55 igrejas nas regiões central e sul do território.

Desde setembro, obreiros do ministério estão na ilha, oferecendo apoio às comunidades que sofreram com o impacto do fenômeno natural, como falta de energia elétrica, alimentos, remédios e outros provimentos básicos.

De acordo com informações do portal The Christian Post, a Iglesia Cristiana Carismática Monte De Sión, de 45 membros, em Adjuntas, é uma das que está sendo reconstruída com o apoio do ministério dirigido pelo pastor Graham.

Os ventos do furacão destelhou o templo, e a chuva inundou o local, atingindo cerca de 30 centímetros de alagamento, o que destruiu os móveis. O próprio pastor ficou preso nos destroços no dia em que o furacão atingiu a localidade, mas escapou sem maiores problemas.

Agora, com a ajuda para reconstrução do templo, o pastor Roberto Vega expressou sua alegria: “Eles nos ajudaram com o telhado. Eles nos ajudaram a conseguir janelas. Ajudaram com encanamentos, fiação, cimento, vergalhões. Sem eles não poderíamos ter feito nada… Deus os mandou para que consigamos reconstruir a igreja”

Houve tentativas de reconstrução do templo por conta própria, mas a pequena comunidade não conseguiu empréstimos bancários ou ajuda governamental, o que inviabilizou todo o processo.

O gerente da Samaritan’s Purse para Porto Rico, Tom Ovington, comentou que o trabalho de reconstrução dos templos já está em andamento desde março, quando o material para as obras chegou à ilha, e profissionais foram contratados para o serviço.

Segundo Ovington, uma das causas de tamanha destruição está nos modelos de casas que são construídas na região. Como não eram estruturadas com concreto, a maioria não resistiu ao furacão: “Parte da situação é que se você tivesse uma casa feita de concreto e bem feita com um telhado de concreto (laje), sua casa provavelmente sobreviveria à tempestade”.

Além da ajuda com a reconstrução, o ministério está oferecendo apoio psicológico e espiritual aos pastores, que têm ajudado os fiéis nas necessidades ininterruptamente. “Algumas congregações sofreram um grande dano e os membros não tiveram como ofertar, pois, estão consertando suas próprias casas”, explicou.

Oportunidade

A Samaritan’s Purse vê a circunstância como oportunidade para ajudar as igrejas locais, e além da reconstrução, o ministério vem planejando uma ação que irá instalar painéis de energia solar e facilitar a retomada da rotina na cidade de Yabucoa, que ainda não teve o fornecimento de eletricidade reativado.

“É importante as pessoas em Porto Rico saberem que não foram esquecidas, e que Deus as ama”, disse Franklin Graham. “Estamos em Porto Rico desde o dia da queda do furacão Maria e continuaremos a ajudá-los a reconstruir suas vidas”, acrescentou.

Dimensão

O trabalho de ajuda aos porto-riquenhos tem mobilizado uma grande estrutura do ministério Samaritan’s Purse, que forneceu mais de 1.900 geradores elétricos, 6 mil lâmpadas solares, 1,4 milhão de tabletes de purificação de água, 1.500 Bíblias e 34 mil cestas básicas.

O material chegou à ilha transportado pelo jato de carga DC-8 do ministério, em 44 viagens de ida e volta à Carolina do Norte, onde está sua sede. Além disso, mais de 3.100 pessoas foram atendidas pelas clínicas médicas móveis da instituição.

O trabalho, porém, não se resume a Porto Rico, e a ilha de Barbuda também vem recebendo ajuda para reconstrução de mais de 160 casas e uma igreja. Em Dominica, um Estado soberano próximo, recebeu ajuda para reconstrução de aproximadamente mil telhados de casas e 30 igrejas. O mesmo acontece em St. Martin, que vem recebendo apoio para reconstrução de 315 casas e 40 igrejas.

 

Fonte: Gospel Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *