sexta-feira - 20 Abril 2018

Missionária enfrenta o crime para pregar: “A paz vem quando saímos das quatro paredes”

Missionária enfrenta o crime para pregar: “A paz vem quando saímos das quatro paredes”

Guadalupe Hernández exerce um papel muito importante em sua comunidade. Ela pastoreia uma igreja na periferia da Cidade do México, num bairro onde não há água potável nem eletricidade. Mas, para além disso, ela sabe que pode transformar o ambiente em que vive e ajudar as pessoas ao seu redor.

Guadalupe realmente faz a diferença em um lugar onde há pobreza e altos índices de criminalidade. Tais fatores são características do bairro onde sua igreja está localizada, no município de Los Reyes. Lá as ruas são escuras e não há asfalto, ingredientes perfeitos para formar o esconderijo para criminosos.

E até mesmo os criminosos são alvos das orações e ações da Guadalupe. Um deles foi Oaxaca que certo dia foi flagrado tentando assaltar a igreja. “Não há nada para roubar aqui. O que você está procurando?”, abordou a pastora. O jovem disse que queria comida, então ela respondeu que ele poderia dormir lá, ajudá-los com algum trabalho e receberia comida em troca. Hoje Oaxaca não usa mais drogas nem álcool. Ele voltou para sua cidade natal.

Servindo a comunidade

Ajudar as pessoas ao seu redor faz parte do dia a dia de Guadalupe que também serve como voluntária em uma cozinha comunitária financiada pelo governo federal. Ela ajuda a fornecer alimento para 60 pessoas todos os dias. Em recompensa de seu esforço, as mulheres que trabalham na cozinha recebem também comida para si e sua família.

É por meio de oportunidades como essa que Guadalupe tem ajudado muitas famílias que estavam em situação difícil. “Eu me lembro de uma mulher que começou a beber muito depois que seu marido morreu, devido à solidão e desespero. Eu a convidei para trabalhar na cozinha e logo depois ela parou de beber. Hoje ela é uma grande líder”, contou a pastora.

Guadalupe conta com o auxílio de membros da comunidade para conseguir manter as ruas limpas. Um de seus ótimos feitos foi ter levado energia elétrica para alguns lugares públicos e casas. Ela percebe oportunidade em tudo: “A única maneira de trazer paz para a comunidade é saindo das quatro paredes da igreja, alcançando as pessoas e fazendo o trabalho que precisa ser feito”, finalizou.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO PORTAS ABERTAS

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *