domingo - 16 dezembro 2018

Paulo, Apóstolo de Cristo já foi assistido por mais de 750 mil expectadores no Brasil

Paulo, Apóstolo de Cristo já foi assistido por mais de 750 mil expectadores no Brasil

Em cartaz há mais de um mês, o filme Paulo, Apóstolo de Cristo já foi assistido por mais de 750 mil pessoas em todo o Brasil.

Lançado no início de maio, o longa conta, em 1h e 48 minutos, o testemunho de vida do homem que se transformou de perseguidor a propagador do Evangelho, com uma mensagem transmitida a partir do texto bíblico de Romanos 5:20 “Onde abundou o pecado, transbordou a graça”.

No elenco, estrelas como o ator Jim Caviezel, famoso por protagonizar Jesus no filme “A Paixão de Cristo” e que agora interpreta Lucas nesta bela história sobre amor, graça e misericórdia.

 

O filme apresenta uma importante reprodução da Igreja Primitiva daquela época e traz belas cenas gravadas em cenários marcantes para a fé cristã como a Ilha de Malta, na Itália. Tudo para reconstituir os detalhes finais da vida de Paulo.

A trama mostra Lucas arriscando a vida para visitar Paulo, que é mantido encarcerado numa prisão romana sob o comando de Nero. Juntos, eles lutam contra um imperador determinado e as fragilidades do espírito humano para viver o Evangelho de Jesus Cristo e levar sua mensagem ao mundo.

 

Com distribuição pela Sony Pictures, a produção ficou por conta da Affirm Films, estúdio especializado em filmes cristãos. Já a direção e o roteiro foram assinados pelo cristão Andrew Hyatt, sempre com o conteúdo fiel ao observado nas Escrituras.

Badalado desde a sua pré-estreia, no Rio de Janeiro, “Paulo, Apóstolo de Cristo” chamou a atenção de muita gente conhecida na música cristã. Gente de destaque como os evangélicos Aline Barros, Cristina Mel e Anderson Freire ou os católicos Guilherme de Sá e Adriana Arydes entre outros. “Um soco no estômago! Se deparar com aquela realidade foi chocante”, publicou o vocalista do Oficina G3, Mauro Henrique, em seus perfis nas redes sociais.

De acordo com pastor Bruno Gonçalves da igreja Bola de Neve, da Barra da Tijuca (RJ) o filme é mesmo surpreendente. “O longa mostra bem a realidade e contexto histórico que Paulo vivia na época. Mas, o que mais me chamou atenção é ver os versículos que tanto lemos na bíblia nos diálogos entre os personagens. Além, é claro, de perceber nas telonas o desejo e paixão de Paulo pela obra de Deus. Isso nos ensina muito. Edificante!”. Com informações do Gospel Prime

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *