All for Joomla All for Webmasters
Goiânia
Goiânia
(62) 3254 --1051 Rua F-52, 120, Lt 5/18 – Setor Faiçalville - Cep: 74350-450
Fonte FM
103,7 FM
Fonte TV
Canal HD 5.1
Rádio Aliança
1090 AM
Contato

Rabino traduz o Novo Testamento do hebraico para corrigir falhas da versão grega

O Novo Testamento presente na Bíblia Sagrada é uma tradução feita a partir do grego, e como toda interpretação, é uma aproximação do texto original. Porém, o rabino messiânico Mário Moreno afirma que os escritos em grego já eram uma tradução do hebraico, e por isso, se dedicou a fazer uma versão do conjunto de livros transladada diretamente do idioma dos hebreus.

Para tentar fazer essa aproximação ser mais fidedigna, Moreno se dedicou ao longo de sete anos para concluir o trabalho, e apontou que muitas coisas se perderam a partir das traduções do hebraico para o grego e posteriormente para os demais idiomas, como o português.

“[O Novo Testamento] foi escrito em hebraico, e a partir do hebraico, o grego na verdade é a primeira tradução”, afirmou Moreno ao site Guia-me.

O rabino observa que o conjunto de livros deveria ser chamado de Restauração da Aliança: “É como se fosse um casamento. Quando uma mulher se casa com um homem e eles têm uma briga, eles não jogam um ao outro fora e buscam outro parceiro. Eles restauram o casamento deles para que a relação possa continuar”, explicou. “A mesma coisa aconteceu com o Eterno (Deus). Ele não jogou Israel fora, Ele fez uma restauração da aliança através da vinda de Yeshua Hamashia (Jesus Cristo)”, acrescentou.

Na Bíblia que traz o Novo Testamento traduzido do hebraico, chamada “Brit Hadasha”, o rabino e sua equipe de colaboradores incluíram mais de 10 mil notas de rodapé que explicam o significado das palavras em hebraico: “Quando fizemos a tradução, buscamos obedecer uma ordem mais judaica”, disse o rabino. Além disso, a “Brit Hadasha” não é dividida por capítulos enumerados, assemelhando-se à Torá.

Outra curiosidade do livro é a representação dos nomes conforme sua sonoridade no hebraico: “Eu me chamo Mário, e se eu for para a Rússia eu vou continuar me chamando Mário. O meu nome não muda, assim como o desses homens”, diz o rabino, referindo-se aos personagens bíblicos. “Por exemplo, no hebraico não tem a letra J, então o nome Jesus é impossível de aparecer. Nós temos a palavra que dá origem ao nome Jesus, que é Yeshua, que significa ‘o Eterno é salvação’”, acrescentou.

Fonte: Gospel +

About the author

Leave a Reply