noticias

Maioria das crianças órfãs sofrem com Aids em Uganda, na África

Em passagem na Uganda, na África, a equipe do Guiame entrou em contato com mais de 300 crianças, onde a maioria é portadora de Aids.

 

Em um orfanato que está recebendo apoio de pastores e missionários brasileiros em Uganda, na África, a realidade que as crianças vivem é dramática — a maioria delas são portadoras do vírus HIV, causador da Aids.

“São crianças órfãs, que foram abandonadas ou seus pais morreram por causa da doença”, explica Marcos Corrêa, diretor do Guiame, durante viagem realizada na África para acompanhar a implantação do Projeto Daniel.

Uma das bases do projeto está na cidade de Buwama, localizada às margens de Kampala, capital de Uganda. Com os recursos arrecadados, a construção de um prédio que irá abrigar mais de 300 crianças já foi iniciada. “Elas dependem 100% desse local para viver”, comenta Marcos.

“Vemos a alegria delas recebendo alimentos, roupas. Nós do Portal Guiame queremos de alguma forma transmitir isso para que as pessoas se envolvam em algum projeto. O Projeto Daniel está sendo tratado com seriedade”, disse Marcos.

O Projeto Daniel pretende construir igrejas com uma infraestrutura ao seu redor, contando com creches, escolas e hospitais. O objetivo da missão é minimizar os problemas da fome, desnutrição, falta de assistência médica e levar o ensino bíblico às crianças, formando futuros evangelistas para a África.

“Ano passado, viemos e a igreja era um galpão, agora estamos começando um prédio bonito. Aqui nós temos mais de 300 crianças, uma grande parte delas são aidéticas. Tem aqui uma escola com 5 ou 6 professores”, relata o pastor Joel Engel, líder do Projeto Daniel.

Atualmente, Engel tem procurado pessoas para adotarem as crianças africanas, para que cada uma delas tenha sustento para se alimentar, vestir, morar e estudar. “Mas além disso, nós queremos um patrocínio para construir uma obra que dê para funcionar escola, orfanato e igreja juntos, no mesmo prédio”, comenta Engel.

Segundo Marcos, uma análise sobre a situação de nações como Uganda faz os cristãos refletirem sobre o cristianismo vivido em nosso País, “onde a questão está em construir grandes templos, quando na realidade temos que estar atentos à fome e a miséria que sabemos que também existe no Brasil”.

“Se sua igreja não tem um projeto, pense em seu projeto pessoal para que você possa alcançar diante de Deus graça. Não fazemos isso para ter retribuição, mas fazemos por alguém que não pode nos dar nada em troca”, afirma Marcos.

Para contribuir com o Projeto Daniel, envie sua doação para o seguinte destino:

Ministério Engel
CNPJ: 94.445.319/0001-74
Banco: Caixa Econômica Federal
Agência: 1151
Conta Corrente: 06610
Operação: 003

Contribuições também podem ser feitas através do link: www.lojaministerioengel.com.br/ofertas

Para ter mais informações sobre o Projeto Daniel, entre em contato pelo telefone (55) 3217-4744, whatsapp (55) 9733-1156 / 9974-8874 ou e-mail ministerioengel@hotmail.com.

FONTE: GUIAME

Mais

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close